Marina Guerreiro

Eu, Mariana Guerreiro, tenho 26 anos de idade, nascida e criada no dia 18 de Fevereiro numa das cidades mais bonitas do Algarve… Lagos. Desde menina, sempre fui muito ativa. Cheguei a fazer ballet, mas durante pouco tempo, e pratiquei natação dos 5 aos 16 anos. Tive uma infância feliz, posso garantir, contudo, na adolescência tive fases mais complicadas que mexeram e muito com a minha auto-estima. Não é fácil abordar este tipo de assuntos quando tivemos outrora que lidar e ter que ultrapassar certos obstáculos que nos mandam tão para baixo. Quem me vê hoje em dia com tanta confiança em cima de um palco, ou melhor dizendo, quem não me conhece minimamente bem, não imagina a menina insegura que já fui. Não gostava de mim quando me olhava no espelho, sempre me criticava. Nunca fui “gordinha” mas via-me como tal, sofri com distúrbios alimentares, pois quanto mais magrinha ficava, melhor eu me sentia, mas nunca ficava satisfeita. Enfim, muitas questões envolvidas emocionalmente levaram-me a cair nesse abismo de inseguranças constantes. O mundo do Fitness entranhou-se na minha vida a partir dos 19 anos. Já tinha começado a treinar no ginásio aos 18, aos poucos fui ganhando o gosto, mas não treinava ainda com a mesma intensidade como agora. Fazia mais cardio e muito pouco de musculação. Porém, à medida que ia treinando, via evolução, fazendo com que o meu entusiasmo fosse maior e a vontade de pegar os ferros fosse também superior. Entretanto, houve um período que parei de treinar, pois mudei de cidade. Estive durante sensivelmente 2 anos e meio em Lisboa e posteriormente retomei à minha terra natal. Após uma fase em que me fui abaixo psicologicamente devido a uns problemas pessoais, decidi focar em mim e em algo que tanto me fazia falta e tinha deixado de fazer. Voltei ao ginásio, mas desta vez em força.
Nunca me vi tão empenhada. Cada dia que lá entrava mais queria treinar. Nessa fase, não tinha nenhum tipo de acompanhamento de Personal Trainer ou nutricionista. Já tinha cuidado com alimentação e treinava por mim, através do conhecimento que ia adquirindo ao longo do tempo vindo de atletas que me inspiravam e que eu acompanhava diariamente nas redes sociais. O meu gosto pela área já existia há muito mas crescia sem meias medidas. Era e é a minha terapia. Se eu tinha um dia menos bom, chegava lá, com os meus fones nos ouvidos, pegava forte no treino e saía de lá melhor. Houveram pessoas que acreditaram no meu potencial e às vezes na brincadeira diziam: “Ainda vais ser uma Bikini. Tens muito potencial” e eu sorria, achava que era um sonho e que não passaria disso. Na realidade, já há muito que ambicionava experimentar, mas na minha cabeça punha sempre entraves. Talvez, devido às inseguranças do passado, pois elas acabavam por bloquear a concretização desse mesmo sonho. Quando via as minhas musas inspiradoras, dizia para mim: “O quanto eu adorava estar na pele delas, que magníficas e que dedicação para aqui chegar!”. Sou sincera, achava que era demais para mim, que nunca iria atingir aquele nível de disciplina e rigor. Até que um dia disse a mim mesma… “Chega! Porque não acreditar? Porque não tentar?” E fui à luta.
Já acompanhava de longe o trabalho deste grande senhor. E admirava. Um dia, fui a uma prova, em que algumas das suas bikinis lá competiram e vibrei. Vibrei principalmente pela forma como ele gritava por elas. Ele estava no banco à minha frente e eu observava. Já achava o trabalho dele incrível, mas quando saí daquela prova ainda fiquei com mais garantias disso! Ganhei coragem e passado uns dias mandei-lhe mensagem. A partir daí, começámos a trabalhar em conjunto e hoje estou muito feliz pela decisão que tomei. Com a ajuda dele, evoluí como nunca imaginei que fosse possível e fez-me subir a um palco pela primeira vez em 2018, no Portugal Classic, onde consegui um 1º lugar na minha categoria de Bikini Fitness. Mauro Coelho, o meu coach o qual continuo a trabalhar e me ajudou a atingir a melhor condição de sempre e me encaminha para uma versão consistente melhorada de mim. No percurso, houve altos e baixos mas posso dizer que esses fortaleceram-me e me tornaram na pessoa dedicada que sou hoje… Acrescento que no ano de 2019 houve uma surpresa muito mas muito boa na minha vida. Conheci o Henrique. O homem que amo, que não só vive comigo mas que me acompanha intensamente nesta jornada. O meu maior apoio e suporte em todas as alturas, a pessoa que me deu mais força quando eu não acreditava que podia voltar. Arriscámos e fizemos duas preparações em conjunto, algo que praticamente toda a gente de certa forma criticava de forma negativa, afirmando que poderia colocar a nossa relação em causa. Para vos ser sincera, de todo isso não aconteceu, antes pelo contrário, tornou-a mais forte pois fomos postos “à prova” e superámos juntos dias difíceis.
No fim, o proveito foi bom demais, não só pelas nossas conquistas ou taças, mas principalmente pelo amor que nutrimos um pelo outro, o respeito, o espírito de companheirismo e a visão do futuro que temos em conjunto. Ter chegado até aqui, independentemente de classificações, foi o culminar de trabalho, suor, dedicação mas com amor, com paixão porque amo mesmo o que faço. Acordar se for necessário às 5h30 da manhã para fazer cardio em jejum, as abdicações de jantares, coisas que toda a gente acha que é um desgaste ou perda de tempo mas para mim não tem preço. Essa resiliência e consistência que me fazem sentir mais forte, acima de tudo psicologicamente. A nossa cabeça comanda tudo e neste desporto ela tem de ser o elo mais forte. Se ela quebrar, de nada nos vale a genética ou um corpo bonito, tudo isso desvanece, perde vida.
Terminei a temporada de forma feliz, ganhei o Pro Card, jamais esperava tal feito, mentiria se dissesse que não gostava de o ter em mãos, pois enquanto atleta, tal como todos, ambiciono mais e alcançar o melhor possível, mas como exigente e perfeccionista que sou comigo mesma, achava que ainda não estava a nível de o conseguir. Estou feliz, há muito para ponderar sobre o futuro e o que irei fazer, mas uma coisa é certa… Nada nem ninguém me fará parar. Nunca. E é esta a mensagem que quero passar para todos os que acham que não conseguem. Nunca duvidem de vocês, o poder está na vossa mente e é de lá que a força vem para vos levar onde vocês nunca imaginaram. Acreditem, trabalhem e acima de tudo nunca desistam!
Obrigada a todos os que me apoiam diariamente. Família, amigos. Obrigada, de coração. As minhas conquistas são vossas.
Mariana Guerreiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to top